business-1209705.jpg
  • Felipe Lando

Fator de impacto dos artigos – O que é e para que serve?

Provavelmente você já ouviu falar do tal Fator de Impacto de periódicos científicos. Ou já ouviu falar do tal Qualis, do JCR ou mesmo do Índice-H.

Fatores de impacto são a escala de aceitação de um periódico perante a comunidade científica.

Como assim? O que isso quer dizer, Felipe?

Vamos falar disso nesse post!

Temos um vídeo no YouTube que tratamos esse assunto. Corre lá e assiste, é só clicar na imagem.




Quando publicamos um artigo, esperamos que esse artigo seja lido e citado, correto? Bom, se nosso artigo é muito bom e relevante, muitas pessoas vão ler e citar ele.

Quando um periódico (ou congresso) tem muitos artigos com muitas citações, dizemos que ele tem um impacto maior para a os pesquisadores. Então, quanto mais a revista ou congresso aumenta a exigência dos autores que ali vão publicar, maior a qualidade do artigo, mais provável que ele venha a ser citado e maior será o impacto dessa revista ou congresso.

Humm, entendi, Felipe. Mas como isso é medido?

Existem diversos rankings de fatores de impacto. Mas aqui quero falar de 3 que são muito conhecidos aqui no Brasil e que vão te tirar o sossego por toda a sua carreira acadêmica.

JCR – Journal Citation Report

Esse Ranking é elaborado pela Web of Science e indexa diversas das revistas da editora. Esse fator de impacto considera os dados de artigos publicados por cada periódico indexado nos dois anos anteriores ao ano do de referência.

Você pode acessar o JCR por meio da página dos periódicos na CAPES.

SJR – Scientific Journal Ranking

Essa medida é desenvolvida pela Elsevier. Ela calcula parâmetros para diversas áreas e atribui a cada periódico um valor de SJR e um Índice-H que significa o número H de artigos com H citações.

Que?? Como assim Felipe?

Quer dizer que se uma revista possui índice-H 100, ela teve 100 artigos com ao menos 100 citações cada um.

Essa medida se aplica a autores também. Você pode calcular o seu índice-H pelo número de artigos que você tem publicado com o mesmo número de citações.

O índice SJR pode ser acessado pelo link da Scimago: https://www.scimagojr.com/

Pode ser necessário estar na rede de internet da sua instituição de ensino para ter acesso completo aos dados desse ranking.

QUALIS

Por último o mais conhecido, mais temido e mais brasileiro de todos. O QUALIS é um ranking criado por brasileiros para periódicos brasileiros.

Como muitas das nossas revistas científicas não publicam artigos em inglês, elas acabam não sendo indexadas nos rankings internacionais. Por isso surgiu o Qualis.

Esse sistema de avaliação de veículos de publicação científica é o responsável por toda a qualificação acadêmica no Brasil. Dele derivam as pontuações para professores e programas de pós-graduação.

O Qualis origina-se da avaliação da relevância dos periódicos indexados no Brasil e dos periódicos internacionais onde pesquisadores Brasileiros publicam.

O importante de se lembrar disso tudo é que você deve buscar revistas relacionadas à sua área de estudo, independente do número do fator de impacto.

Por exemplo, a Revista Nature tem o maior índice-H, nenhuma revista na área da administração tem fator de impacto que chegue perto da Nature. No entanto, as revistas não são ruins, apenas quer dizer que tem menos pesquisadores nessa área pesquisando e publicando sobre esse assunto.

A dica que eu deixo é: encontre as melhores revistas DA SUA ÁREA e baseie-se nelas para as decisões que você precisar tomar na sua carreira acadêmica.

Espero que tenha gostado do post e espero te encontrar em outros posts aqui do blog.

Um abraço,

Felipe.

Fale conosco

Mande um WhatsApp

Cursos Online