business-1209705.jpg

O que é retratação de artigos científicos?

Você deve ter ouvido nas últimas semanas sobre o caso do estudo publicado na revista The Lancet que foi retratado, mas você sabe o que é retratação nas pesquisas científicas?



Assista ao episódio de Pesquisa na Prática, onde a Amália explica tudo que aconteceu nesse caso (clique na imagem para acessar o vídeo no Youtube).



A revista The Lancet é uma publicação científica voltada à temática médica fundada em 1823. Seu índice H é 747, de acordo com o Scimago Journal Rank em junho de 2020. Isso demonstra a sua importância para a comunidade acadêmica e a grande relevância de suas publicações. Seu processo de avaliação de artigos científicos publicados é bastante rigoroso e reconhecidamente ético.


Entretanto, um artigo publicado em maio de 2020 sobre o uso da Hidroxicloroquina ou Cloroquina no tratamento de pessoas com COVID-19 foi questionado e precisou ser retratado. Depois de publicado de forma online, o artigo intitulado Hydroxychloroquine or chloroquine with or without a macrolide for treatment of COVID-19: a multinational registry analysis foi alvo de questionamentos da comunidade acadêmica.


Para avaliar novamente a pesquisa, a revista The Lancet contratou uma auditoria externa para que fosse feita a avaliação dos dados utilizados pelos autores. Esse tipo de auditoria iria fazer uma replicação do estudo utilizando a mesma base de dados para verificar se é possível chegar aos mesmos resultados. Porém, os autores do artigo não forneceram acesso às bases de dados alegando que isso iria contrariar os contratos com os clientes da empresa Surgisphere Corporation, fundada por um dos co-autores do artigo.


Desta forma, os auditores recomendaram para a revista The Lancet que o artigo fosse retratado devido à impossibilidade de replicação do estudo. A nota de retratação do artigo foi publicada na própria revista em junho de 2020 (clique aqui para visualizar). Além disso, o artigo disponibilizado no site da revista recebeu a palavra Retracted em vermelho em todas as suas páginas.


Fonte: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0140673620311806


A retratação de uma artigo pode ocorrer por vários motivos. Neste caso, foi a impossibilidade da auditoria ter acesso aos dados e replicar o estudo, pois impede que a comunidade científica verifique a veracidade dos dados utilizados.


Outro motivo de retratação de um artigo pode ser o não ineditismo. Se uma revista exige que os artigos submetidos sejam inéditos, não é possível ter parte ou todo texto publicado em outro local, como um congresso ou evento.


Como evitar a retratação de artigos?


Cuide dos seus dados!

Muitas pessoas acreditam que depois que o artigo foi publicado, não precisa mais guardar nenhum documento utilizado na pesquisa. Isso não é verdade! O ideal é guardar todos os documentos por, pelo menos, 5 anos.


Você deve estar pensando: nossa, se eu fizer isso, minha casa vai lotar de documentos!

Calma! Você pode guardar tudo na nuvem! Faça o upload dos artigos em uma pasta em algum serviço de armazenamento em nuvem, como Google Drive, OneDrive ou DropBox. Muitas universidades oferecem esse serviço por meio de seus e-mails institucionais. Arquive termos de consentimento, bases de dados, artigos lidos, anotações e outros documentos utilizados durante a pesquisa.


Atente para as normas da revista

Outra dica importante é atentar para as normas da revista que você vai submeter seu artigo. Verifique se a revista aceita artigos que foram publicados em eventos anteriores ou se tem alguma outra exigência. Quando for enviar uma cover letter para o editor, explique o histórico da sua pesquisa, se ela é fruto da sua dissertação ou tese e se foi publicada em algum lugar anteriormente (mesmo que seja em outro idioma).


Gostou das dicas? Aproveita e compartilha com seus colegas ou co-autores 👇

academica_logo_rgb_novo_branco.png
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco

Fale conosco

Mande um WhatsApp

Cursos Online