business-1209705.jpg

Transformando a dissertação (ou a tese) em artigo científico

Chegou aquele momento em que você precisa transformar a sua dissertação ou a sua tese cheia de páginas em um artigo científico com poucas palavras?


Calma! Não precisa se esconder do(a) seu(sua) orientador(a)! Com essas dicas simples, você já pode começar a organizar o conteúdo e montar um artigo rapidinho!


Primeira dica:


Comece colocando toda a parte do texto da sua dissertação ou tese que vai virar um artigo científico em um modelo de já formatado de artigo científico (se quiser fazer o download de um modelo que preparamos, clique aqui). Assim, você já começa a visualizar o futuro artigo.


Segunda dica:


Confira a quantidade de palavras que você tem e a quantidade de palavras que a revista científica que você vai submeter solicita. Sim, você precisa já começar agora a decidir para qual revista você pretende enviar seu artigo.


Com frequência, as revistas científicas apresentam diretrizes para os autores e apresentam a quantidade de palavras permitida em um artigo. As revistas, em geral, solicitam artigos que contenham entre 4 e 8 mil palavras.


Você pode visualizar a quantidade de palavras que tem no seu artigo no Word! Basta olhar na parte inferior esquerda da janela. Se quiser consultar mais detalhes sobre a quantidade de palavras e caracteres do seu documento, clique sobre a quantidade de palavras que será aberta uma janela com todas as informações (veja na ilustração a seguir).



Terceira dica:


Agora é caneta vermelha na mão! Leia o seu texto e retire tudo que não é relevante para um artigo científico ou que não é necessário. Em dissertações e teses, temos bastante espaço para colocarmos explicações sobre um conceito. Porém, em um artigo científico, temos que ser bastante sucintos!


Além disso, se a revista que você pretende submeter é uma revista muito específica sobre um assunto, não há necessidade de explicar conceitos que já são bastante conhecidos. Isso também vale para o método: esta parte do artigo precisa explicar o que você fez na SUA pesquisa. Os revisores já estão carecas de saber o que é pesquisa qualitativa ou quantitativa. Explique porque a SUA pesquisa adotou essa ou aquela técnica.


Quarta dica:


Agora é o momento de reescreva a introdução. Esta parte do texto é muito importante para chamar a atenção do editor para que ele ou ela fique curioso sobre sua pesquisa e envie para os revisores. Tente chamar a atenção para o seu problema de pesquisa já nos dois primeiros parágrafos. Para isso, você pode apresentar uma frase de alguém importante que revela a urgência do problema que você pretende resolver ou pode colocar dados e números que justifiquem o porquê da sua pesquisa.


Quinta dica:


Depois de fazer todas essas alterações (e outras alterações necessárias), está na hora de preparar o seu artigo para enviar para a revista. Aqui é um momento crucial, quando muitos pesquisadores esquecem de caprichar na formatação e recebem de cara uma rejeição!


Sim! Formatar bem o artigo já é um grande primeiro passo para seguir no processo de revisão. Muitas revistas já rejeitam o artigo de cara se ele não cumprir os requisitos. Revise, também, todas as citações e as referências do seu documento. Precisa estar tudo certinho!


Quer saber mais sobre como transformar sua dissertação ou tese em artigo científico? Confira o episódio de Pesquisa na Prática (clique na imagem para assistir).




Viu como é simples iniciar esse processo de transformar seu trabalho acadêmico em um artigo? Não deixe sua pesquisa na gaveta!


Um abraço!

Amália da Acadêmica

academica_logo_rgb_novo_branco.png
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco

Fale conosco

Mande um WhatsApp

Cursos Online