Tudo que você precisa saber sobre citações em dissertações e teses para não cometer plágio!

Você é daqueles(as) que sai colando trechos de textos no Word, sem colocar de onde tirou, para depois “escrever com suas palavras”? Depois de tudo finalizado, você corre para algum detector de plágio para ver se está tudo certo com a sua dissertação ou tese? Saiba que COM CERTEZA você está cometendo plágio! Mas existem formas corretas de fazer citações em qualquer trabalho acadêmico, seja na sua dissertação ou tese, sem em artigos científicos. Com essas dicas que vou dar, você pode ficar tranquilo que seu trabalho não terá plágio! Citações e referências: Definições importantes! Antes de iniciar as explicações, vou apresentar duas definições importantes que você precisa saber! Quando estamos falando de citações e referências em trabalhos acadêmicos, precisamos entender o que é citação e o que é referência. Neste caso, citação é uma indicação, no texto, de que uma fonte bibliográfica foi consultada. Essa fonte pode ser um livro, uma notícia de jornal ou revista, um site, um artigo científico, uma dissertação, uma tese, ou qualquer outra fonte que você tenha consultado e que precisa incluir no seu texto. Essa indicação mostra, ao leitor, que aquela frase, texto ou ideia não é sua, mas de outro autor. Para cada citação, no texto, é preciso apresentar uma referência. A referência é a informação que identifica a fonte consultada. Se o seu leitor quiser encontrar essa fonte que você consultou, ele poderá fazer isso usando as informações que você irá colocar na lista de referências, no final da dissertação, da tese ou do artigo científico. As citações e as referências devem ser feitas seguindo determinadas normas, também chamadas de estilos. Essa padronização é importante para que qualquer pessoa, no Brasil e no mundo, saiba encontrar as informações no seu texto e consiga buscar a fonte consultada para ler o documento original. Existem vários estilos, como da American Psychological Association (APA) ou Vancouver. No Brasil, o estilo mais utilizado para formatação de trabalhos acadêmicos, incluindo citações e referências, é o desenvolvido pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). É este estilo que vou mostrar aqui! Tipos de citações A norma ABNT que regulamenta a citação em documentos é a NBR 10520. Sua versão mais atualizada é de 2002. De acordo com essa norma, a citação é a “Menção de uma informação extraída de outra fonte” (ABNT, 2002, p. 1). Em trabalhos acadêmicos, é necessário fazer consultas a diversas fontes, como livros, artigos publicados em periódicos, artigos publicados em congressos e outras obras. Quando uma informação, ideia ou texto produzido por outra pessoa for inserido no seu trabalho, precisa ser feita uma indicação, mostrando que aquela parte não foi escrita por você ou não foi baseada em uma ideia sua. Para a ABNT, existem três tipos de citações: Citação direta com até três linhas: A citação direta é a “Transcrição textual de parte da obra do autor consultado” (ABNT, 2002, p. 2). Quando a extensão do texto transcrito não ultrapassar três linhas (em fonte tamanho 12), deve ser colocado entre aspas duplas, seguido de indicação do(s) sobrenome(s) do(s) autor(es), ano da publicação e número da página no original. A frase também pode iniciar com o(s) sobrenome(s) do(s) autor(es) escritos no texto. Porém, neste caso, é preciso acrescentar o ano da publicação e a página da fonte original entre parênteses. Citação direta com mais de três linhas: Quando a extensão do trecho transcrito exceder três linhas, coloca-se em parágrafo específico, recuado 4 cm da margem esquerda, em fonte menor (indicamos tamanho 10) e espaçamento simples. Não deve haver espaço entre os parágrafos anterior e posterior. Citação indireta: De acordo com a ABNT (2002, p. 2), a citação indireta é aquele “Texto baseado na obra do autor consultado”. Observe aqui que é BASEADO!!! Isso quer dizer que você precisa escrever a ideia principal a partir do que leu no texto original, não apenas trocar as palavras da frase por sinônimos. Quer saber mais sobre a importância de fazer as citações e as referências corretas na sua dissertação ou tese? Confira esse episódio de Pesquisa na Prática, onde eu mostro como pode ocorrer confusão se as informações não estiverem corretas! Gostou dessas dicas? Baixe agora o E-book que preparamos com essas e muitas outras dicas sobre citações em dissertações, teses, artigos científicos e outros trabalhos acadêmicos. É grátis: http://bit.ly/ebook-citacoes. Viu como é simples fazer as citações de forma correta no seu trabalho acadêmico e não cometer plágio? Depois que você pega o jeito, não vai mais conseguir escrever de outra forma! Você percebeu que até mesmo aqui, no texto do nosso blog, eu fiz as citações de forma correta? Vou até deixar aqui a referência que citei: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. ABNT NBR 10520: Informação e documentação: Citações em documentos: Apresentação. Rio de Janeiro: ABNT, 2002. Se tiver dúvidas sobre como fazer citações no seu trabalho, manda mensagem para nós!

academica_logo_rgb_novo_branco.png
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco

Fale conosco

Mande um WhatsApp

Cursos Online